Juíza manda Estado reimplantar adicionais temporais

A juíza Carolina Martins Clemencio Duprat Cardoso determinou ao Estado reimplantar em folha de pagamento dos associados da AOMESP os adicionais temporais Quinquênio e Sexta-parte. A ordem foi emitida no dia 18 do mês passado. O Estado tem 30 dias de prazo para cumprir.

O assunto foi tema do Editorial da revista “Clarinadas da Tabatinguera” de junho, que começa a circular nesta semana. O presidente da Diretoria Executiva da AOMESP, Cel PM Jorge Gonçalves, escreveu que a Associação está em grande expectativa pelo cumprimento, inclusive sua extensão aos novos associados, visto que agora há uma ordem escrita.

O presidente disse, porém, que fica com um pé atrás porque o Estado nem sempre cumpre integralmente as determinações da Justiça. Toda vez que recebe uma ordem o que faz é entrar com recurso que todos sabem que não vai dar em nada.

Mas há bons sinais no horizonte. E o principal deles é a palavra do governador Márcio França. Em reunião no Palácio dos Bandeirantes no dia 4 de maio, com mais de 90 vereadores, vice-prefeitos, prefeitos e deputados em exercício de mandato, oriundos da Polícia Militar, além dos presidentes e representantes de entidades PM, França classificou como “inversão da lógica” o fato de o Estado dever e não pagar. Ele disse que está disposto a resolver essas pendências.

Ao finalizar o Editorial, o presidente disse esperar “atingir todos os nossos objetivos com brevidade”. Ele também chamou a atenção dos associados para não acreditar em notícias que circulam nas redes sociais. “A melhor fonte de informação está aqui”, arrematou.